Pesqueiro Montenegro

DSCN2692

Após um longo período sem pescar, devido a outros compromissos, eis que surgiu uma oportunidade e não pensei duas vezes.Precisava escolher um lugar onde não houvesse chances de frustração, pois sem pescar desde o mês de maio, não seria nada legal sair sapateiro de uma pescaria.Após pensar um pouco, as alternativas eram: Lagoa dos Patos em jundiaí e Montenegro em Santa Izabel. 

O local escolhido foi o Montenegro, devido a menor distancia e maior diversidade de peixes.

Saímos de São Caetano as 5:20, eu(chimba) e o Caixa. Chegamos ao portão as 6:45 e para nossa surpresa havia apenas 4 carros na nossa frente. Ao entrarmos resolvemos pescar no lago maior de frente para o lago menor.
Pela manhã alguns rebojos na água mas nada de peixes, eles não queriam comer nada.
Ao recolher minha boia, sinto uma pequena batida e percebo que tem peixe na linha. Uma pequena Matrinchã, que apesar de pequena, já trazia a tona aquela emoção que só quem pesca sente e sabe.

DSCN2691

 

DSCN2690

 

Mudei de lago para tentar mais algum peixe, pois as coisas estavam bem difíceis. E na salsicha consigo pegar outra Matrinchã, esta um pouco maior, e que rendeu muito mais emoção, pois estava usando uma vara de 6 a 12lbs com linha 0,31mm.

DSCN2698

 

DSCN2697

 

Enquanto isso o caixa me chamou que havia pego um peixe, mas que não havia nem fisgado, ao recolher sentiu o peso e veio trazendo. Para nossa surpresa ele pegou um pequeno tamba , literalmente no laço. É isso mesmo, o peixe veio laçado na linha, o anzol solto. Mas já valeu pra inaugurar o placar.

DSCN2699

 

DSCN2700

 

Em seguida, já no lago maior, o caixa conseguiu outro peixe, desta vez um pacu, muito bonito por sinal, sem  marcas. A pescaria continuava fraca, mais aos poucos íamos garantindo nossos peixes e fazendo algumas fotos.

DSCN2701

 

DSCN2702

 

Já na hora do almoço com um sol pra cada um, estava muito quente. Consegui pegar mais um peixe, desta vez um piau, por sinal também de pequeno porte.

DSCN2705

 

DSCN2706

Ficamos um período sem pegar nada e quando já passavam das 15 horas ,minha boia sumiu, pensei, agora vem um tamba dos bons. Que nada, ainda não foi desta vez. Era uma tilápia. Enquanto trazia a danada pra fazer uma foto, minha outra boia que estava bem perto da margem, afim de pegar algum peixe de couro, também afunda e apesar da fraca pescaria, tínhamos agora um dublê. Passado alguns minutos, pudemos ver que nosso dublê ,eram duas tilápias, uma pequena e outra das grandes que habitam o Montenegro. Aqui vale ressaltar que no Montenegro existem tilápias com mais de 7kg.

DSCN2709

 

DSCN2710

 

DSCN2714

 

DSCN2713

Já passando das 16 horas o caixa pegou mais uma Matrinchã que apesar de não ser nosso alvo, era o que estava garantindo a diversão.

DSCN2715

 

DSCN2717

Pra encerrar nossa pescaria o caixa pegou também um piau. Realmente para os padrões Montenegro o dia foi bem atípico, com poucos peixes e ainda mais por cima pequenos.

DSCN2720

 

DSCN2722

Mas como diz o ditado, mas vale um dia ruim de pesca do que um dia bom de traba lho, voltamos pra casa menos estressados e com aquela imagem gostosa na mente da boia afundando e de todo sentimento que aflora depois,até sabermos que peixe que é,qual o tamanho e principalmente se vamos conseguir tira-lo da agua.

Pudemos ainda contemplar um pelo por de sol no caminho de volta pra casa.

DSCN2729

 

DSCN2730

Usamos nesta pescaria vara Hunter fish 30 lbs 1,95 com carretilha Contender Ocean BG com linha Super bass 0,37mm

Vara 6 a 12lbs Green Bass com carretilha Marine sports Contender GTO Tournament com linha 0,31mm

Deixe seu comentário

rolex replica sale | rolex replica sale | replica watches uk | rolex replica uk